segunda-feira, 10 de maio de 2021

Sem máscara, Bolsonaro causa aglomeração e desafia regras de combate à covid-19 em ato


O presidente Jair Bolsonaro fez um passeio de moto por mais de uma hora na manhã de ontem (09), Dia das Mães. Ele foi acompanhado por centenas de motociclistas, inclusive o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), que postou em suas redes sociais o trajeto percorrido pelo presidente e pelos demais motociclistas.

Depois do passeio, o presidente causou aglomerações e, sem máscara, foi cumprimentar apoiadores quando retornou ao Palácio da Alvorada. Aos apoiadores, Bolsonaro disse que o passeio de moto deverá se repetir em outras cidades, e citou São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Segundo o presidente, o ato foi uma demonstração de amor à pátria. 

“Esse passeio aqui hoje, com toda a certeza havendo convite, iremos para São Paulo, Rio de Janeiro e BH (Belo Horizonte). É uma demonstração não política, é uma demonstração de amor à pátria de todos aqueles que querem paz, tranquilidade e liberdade acima de tudo”, declarou o presidente, que havia sido recebido pela multidão aos gritos de “mito” e “eu autorizo”. 

O presidente vem sinalizando nas últimas semanas que tomará providências para tratar da questão que ele considera uma violação da Constituição e do direito de ir e vir. No embate com governadores, prefeitos e Supremo Tribunal Federal (STF), por causa das medidas de restrição de locomoção por causa da pandemia, Bolsonaro já declarou que deve preparar um decreto para tratar da questão. 

Mencionando a pandemia, Bolsonaro também voltou a falar que o Exército não irá às ruas para deixar a população em casa: “Tivemos problema gravíssimo no ano passado, algo que ninguém esperava, a pandemia. Mas, aos poucos, vamos descendo. Podem ter certeza: como chefe supremo das Forças Armadas, jamais o meu exército nas ruas para mantê-los dentro de casa”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário