segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Fora do SBT, Rachel Sheherazade se estranha com o ministro Fábio Faria no Twitter


Rachel Sheherazade, que saiu do SBT, e atualmente trabalha no Metrópoles e é articulista na IstoÉ, se estranhou com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, que é marido de Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, ex-chefe da jornalista.

Faria compartilhou a imagem na rede social Twitter, no sábado 16, com a seguinte legenda: “REPÚDIO: Criminosa e inescrupulosa a capa dessa revista. Estamos em processo de pacificação e somos surpreendidos com essa capa asquerosa. Que os órgãos competentes adotem as medidas legais cabíveis!”

Sheherazade, por sua vez, comentou. “Uma pausa nas férias por um motivo solene: o ministro das comunicações chamou a capa da @RevistaISTOE de “inescrupulosa”. Talvez não seja de bom tom replica-la”, disse a jornalista que tem viajado pela Suíça.

Em dezembro de 2020, Sheherazade já tinha se estranhado com Faria. Ela mostrou o seu descontentamento pelo trabalho do ministro. A apresentadora compartilhou à época um texto do colunista Felipe Moura, da revista Crusoé, que soltou o verbo contra a postura do braço direito do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na área da comunicação.

Sheherazade foi um dos nomes do relatório de espionagem do governo federal contra jornalistas e personalidades divulgado no início da semana pelo jornalista Rubens Valente, do UOL. A ex-âncora do SBT Brasil apareceu na lista de “detratores” do presidente da República.

No relatório, consta o “perfil”, o “histórico profissional”, “posicionamento e assuntos sensíveis relacionados” e “recomendações de ação de relacionamento e de distribuição de informação personalizada” de jornalistas, comentaristas políticos, colunistas, professores, youtubers, influenciadores e juristas. Todos divididos em três grupos: “detratores”, “neutro informativo” e “favoráveis”.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário