domingo, 27 de fevereiro de 2022

Putin ordena que militares ponham equipes nucleares em alerta máximo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou neste domingo (27) que vai pôr em alerta a “força de dissuasão” do Exército russo, que pode incluir um componente nuclear, no quarto dia da invasão da Ucrânia por Moscou.

“Ordeno ao ministro da Defesa e ao chefe do Estado-Maior que ponham as forças de dissuasão do Exército russo em alerta especial de combate”, disse Putin em uma reunião com os líderes militares russos. O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, respondeu: “Afirmativo”.

Repercussão mundial

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, reagiu à declaração de Putin, chamando de “irresponsável” a decisão do presidente russo de pôr em alerta as “forças de dissuasão” de seu Exército. “Esse é um discurso perigoso, um comportamento irresponsável”, declarou Stoltenberg à CNN, segundo a AFP.

Quarto dia de conflito

O presidente russo ordenou a invasão da Ucrânia na manhã de quinta-feira (24). Neste domingo (27), quarto dia do conflito, o presidente ucraniano Volodmir Zelenski concordou em dialogar com Moscou, porém na fronteira da Ucrânia com Belarus.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário